Atletas rejeitam acordo proposto por clubes e pedem CBF como 'fiadora'

contraproposta

em 26/03/2020

ESPN

© Lucas Figueiredo/CBF

Nesta quarta-feira, a Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (FNAPF) rejeitou a proposta da Comissão Nacional dos Clubes (CNC) que previa redução salarial de 25% para os jogadores durante a paralisação do futebol por conta da pandemia de coronavírus. Em documento encaminhado ao presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, representante da CNC, os atletas manifestaram seu posicionamento.

Os atletas ajustaram a proposta de férias coletivas, dizendo que "a entidade que representa os atletas aceita 30 dias de férias entre 1 e 30 de abril, mas com pagamento integral das férias e o terço constitucional até o dia 4 de maio" - a proposta anterior previa férias de 20 dias com pagamento espaçado.

Outro ponto de discordância é o pedido dos atletas de que eles tenham garantidos 10 dias de licença remunerada entre Natal e Ano Novo, devido a possibilidade dos campeonatos se estenderem até 2021.

Por fim, os atletas querem garantias caso os clubes não acertem o pagamento de um acordo coletivo proposto que diz respeito ao pagamento de salárip e imagem do mês de março até o dia 7 de abril.

Caso os "clubes não paguem o salário e parcela de imagem no mês de março e ainda as férias a serem gozadas em abril", os atletas pedem a CBF como fiadora.

Confira o documento na íntegra:

© Fornecido por ESPN

© Fornecido por ESPN

© Fornecido por ESPN



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias