Dani Alves reafirma que Jesus será o novo Ronaldo: "É um dos grandes e será maior"

Capitão da vez, lateral se diz feliz por usar novamente a braçadeira, mas minimiza sua importância

em 13/11/2017

Chegou (de novo) a vez de Daniel Alves no rodízio de capitães promovido por Tite na seleção brasileira, no amistoso desta terça-feira, contra a Inglaterra, em Londres. Dono da braçadeira pela terceira vez desde que o atual treinador assumiu o comando da equipe, o lateral-direito sentou ao lado de Tite na entrevista coletiva nesta segunda. Questionado pela imprensa inglesa sobre Gabriel Jesus, ele encheu a bola do companheiro e o comparou a um antigo dono da camisa 9 brasileira.

- Pressão para quem vem de onde o Gabriel Jesus veio, e tudo que ele superou, acho que não existe. Ele faz o que ama. E, quando eu falei que para mim o Gabriel Jesus é o novo Ronaldo, eu não estava brincando. Eles têm qualidades similares, vontades similares, vai ser um dos grandes jogadores do futebol. Já é um dos grandes e vai ser maior. Está em boas mãos no City e na Seleção - disse Daniel Alves, que concedeu entrevista coletiva na véspera do amistoso ao lado de Tite.

Um pouco antes, Daniel Alves foi questionado se há algum arrependimento por parte do lateral por ter escolhido defender o PSG após receber um convite de Guardiola para defender o Manchester City. Ele despistou na resposta.

- Vou pedir respeito a tudo que aconteceu e falar só da seleção brasileira, senão voltamos sempre à mesma coisa. Não é momento de falar de outra coisa além da Seleção e do jogo que temos contra a seleção inglesa. Vou me limitar a isso. Desculpa.

Na coletiva, o lateral-direito, que foi o responsável pelo voto de melhor do mundo na premiação da Fifa (papel que cabe ao capitão oficial), se disse feliz por usar a braçadeira mais uma vez, mas minimizou a importância desse papel dentro do grupo.


Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias