FG ASSESSORIA

Estado fará consulta popular para decidir futuro do VLT

em 10/08/2017

O governo de Mato Groso e o Consórcio do Veículo Leve sobre Tilhos já estavam fechando acordo para retomada das obras, que teria conclusão conclusão em 19 meses. Mas, após a Operação Descarrilho apontar grande esquema de corrupção por meio de pagamento de propina das empresas que compõem o Consórcio VLT ao ex-governador Silval Barbosa(PMDB), o governo do Estado suspendeu o acordo nesta quarta-feira (9), e decidiu que fará uma consulta à população para ver qual será o destino do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta quinta-feira (10), o secretário-chefe da Casa Civil, José Adolpho Vieira disse que a solução encontrada pelo Executivo para definir se vai ou não continuar as obras, ficará a cargo da população, por meio de uma chancela. "A intenção do governo era a conclusão do VLT. A partir do momento que o consórcio ou uma das empresas do consórcio está com suspeita de envolvimento em crimes, na prática de distribuição de propina, o governo entende que é o momento de suspender qualquer tipo de tratativa mesmo estando sendo feita na esfera judicial e aguardar. O governador vai pensar numa forma, talvez uma consulta popular, pra ver o destino do VLT”, disse.

Saiba mais na entrevista de Paulo Coelho, no áudio abaixo:

Áudio

Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias