Moinho

França proíbe uso de celulares em carros, mesmo parados

.

em 06/02/2018

Uma corte francesa proibiu na semana passada o uso de celulares em carros, mesmo que eles estejam parados com o pisca-alerta ligado. No parecer da corte, o único momento em que um motorista pode usar seu celular dentro de seu carro é quando estiver estacionado em um local permitido, como um estacionamento ou uma entrada privada de carros. 

A única exceção é se o carro do motorista quebrar no meio da rua. Quem descumpre a lei está sujeito a uma multa de 135 euros (R$ 543) e três pontos em sua carteira, que só expiram após três anos. Essa lei, porém, só se aplica a celulares que estiverem nas mãos do motorista. Carros que se conectam ao celular e permitem que ele seja usado por controles na direção ou comandos de voz estão liberados. 

Não se trata de uma lei nova - a França já proíbe há bastante tempo que os motoristas usem o celular enquanto estão "circulado". O caso, no entanto, aconteceu quando um motorista recorreu de uma multa que tomou em 2017 por usar o celular no carro, alegando que ele estava parado e portanto não apresentava risco. A corte não aceitou o recurso e manteve a multa.

É melhor?

Por mais que a medida possa parecer exagerada, ela é, segundo o The Local, uma tentativa do governo de reduzir o número de mortes no trânsito na França. Esse número vem aumentando ano a ano desde 2014, tendo chegado a 3.469 mortes em 2016. Trata-se do maior período de aumento contínuo desde 1972, e o governo associa esse aumento ao crescente uso de celulares no volante. 

Yves Carras, um dos entrevistados ouvidos pelo Le Figaro, sugere que a mudança pode, no final das contas, ter o efeito oposto. "Acho que seria melhor incentivar os motoristas a parar quando estiverem usando o celular", opinou. Além dessa medida, o governo também reduziu a velocidade máxima das estradas de duas pistas de 90 para 80 quilômetros por hora, segundo o Engadget. 


Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias