Capital

Lyoto pede luta contra Bisping, mas não descarta Vitor Belfort

.

em 05/02/2018

Lyoto Machida fez as pazes com a vitória, na madrugada do último domingo (04), ao derrotar Eryk Anders na luta principal do UFC Belém. Mas o 'Dragão' não quer comemorar o triunfo por muito tempo e já pensa no próximo compromisso. Ainda no octógono, o brasileiro desafiou o inglês Michael Bisping para uma superluta de ex-campeões, mas ele não descarta até o combate diante do compatriota Vitor Belfort.

Machida explicou que não tem nenhum tipo de rivalidade com o inglês, mas gostaria de enfrentá-lo antes deles pendurarem as luvas.

"Essa luta (contra Bisping) era para ter acontecido há alguns anos. Fomos amadurecendo juntos, somos contemporâneos, uma luta entre nós seria importante para o UFC, legal pra gente, para vermos como seria o resultado. (...) Viemos juntos no esporte, daqui a pouco ele se aposenta, eu me aposento, e a luta não acontece. Tenho muito respeito por ele como atleta. Essa vontade (de enfrentá-lo) é só uma vontade de estabelecer essa vitória". afirmou Machida.

Vitor Belfort

Lyoto também foi questionado se teria interesse de encarar Vitor Belfort, seu ex-companheiro de equipe e que ele chegou a desafiar em algumas oportunidades, quando eles estavam no topo da divisão de médios. O faixa-preta preferiu não polemizar, mas não rejeitaria o duelo.

"Olha, eu preferiria lutar com quem não fosse do meu país, é a minha preferência, mas como profissional eu não posso dizer não. Se eu tivesse escolha, seria um gringo, uma pessoa de fora... mas o Vitor é um colega de trabalho, um profissional. Não sei como isso chega nele, mas vejo pelo lado profissional.

*SuperLutas


Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias