Moinho

Malufs são processados por golpe de R$ 1 milhão contra Piran Júnior

Zezo Malouf e Mikhael Malouf são acusados de estelionato.

em 13/04/2018

O Ministério Público Estadual (MPE) denunciou os empresários José Charbel Malouf, o Zezo, e José Mikhael Maluf Neto, pai e filho respectivamente, por estelionato e falsificação ideológica, por uma venda de um apartamento no valor de R$ 1 milhão para Valdir Agostinho Piran Júnior, filho do empresário Valdir Piran. Porém, pai e filho negam as acusações.

De acordo com a denúncia, Zezo e Mikhael, prometeram a venda de apartamento da Imobiliária e Construtora São José Ltda, para Piran Júnior em janeiro de 2017. "Os denunciados José Charbel Malouf e José Mikhael Maluf Neto, em concurso de pessoas, obtiveram, para si ou para outrem, vantagem ilícita, consistente no valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) em prejuízo alheio, induzindo a vítima Valdir Agostinho Piran Júnior em erro, mediante promessa de compra e venda de coisa própria inalienável, eis que já comercializada com terceiros", diz trecho da denúncia assinada pela promotora de Justiça, Marcelle Rodrigues da Costa e Faria, no dia 21 de março deste ano.

A denúncia ainda diz que pai e filho, juntamente Veresuka Olavarria de Pinheiro Araújo, também denunciada, falsificaram um selo público e um contrato de compra e vendam com assinaturas falsificadas. O apartamento do Edíficio Arthé, já estava em propriedade de Jorge Yamamoto e Florice Peres Yamamoto. "Ressalta-se que, o valor de um milhão de reais, foi dado em pagamento pela vítima Valdir em valores em espécie, entregues diretamente para o denunciado José Mikael, conforme demonstrado pela foto", diz outro trecho da denúncia. A denúncia foi encaminhada para a juíza da 8ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, Maria Rose de Meira Borba. O MPE também solicita que a cópia dos autos sejam enviadas para a 7ª Vara Criminal de Cuiabá.



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias