FG ASSESSORIA

ONG Moral vai requerer junto ao TCE e MPE uma investigação na Câmara e Prefeitura de Cuiabá

Esposa de membro da CPI ocupa cargo de diretoria na Prefeitura com salário de R$ 10 mil.

em 13/03/2018

O Movimento Organizado pela Moralidade Pública e Cidadania (ONG Moral) irá requerer junto ao Tribunal de Contas (TCE) e o Ministério Público Estadual (MPE) uma investigação na Câmara e Prefeitura de Cuiabá. Para a entidade, as instituições por meio do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) e determinadores vereadores estão atuando no sentido de ludibriar a população Cuiabá.

De acordo com o presidente da Ong, Gilmar Brunetto o fato tem atingido diretamente os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó, instaurada na Casa de Leis contra o atual chefe do Executivo Municipal. Isto porque, Kelly Sabrina Vieira Lima, esposa do vereador Mario Nadaf (PV), ocupa um cargo de diretoria na Secretaria de Gestão do município com DGA 2, o equivalente a aproximadamente R$ 10 mil. Ela responde pela Diretoria Especial de Desenvolvimento Profissional da pasta. No mês de janeiro deste ano, entretanto, ela recebeu mais de R$ 25 mil de remuneração.

Para Brunetto, isso deixa Nadaf sem isenção de atuar na CPI que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro. “Fica mais que claro que existe um toma lá dá cá entre a Prefeitura e determinados vereadores as Câmara com nomeações. Prova disso é que a esposa do Nadaf ocupa um cargo importante na Prefeitura. É muito obscuro isso e o deixa sem isenção nenhuma de atuar na investigação contra o prefeito. Vamos entrar com um pedido no MPE e n TCE para que eles façam um pente fino nesta relação”, explica.

Entenda na reportagem de Camila Piacenti:

Áudio


Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias