PEC do Teto será votada duas vezes novamente; votação final será dia 7 de dezembro

Eduardo Botelho afirma a informação.

em 14/11/2017

O governador em exercício e presidente da Assembleia Legislativa (AL), deputado Eduardo Botelho (PSB), afirmou que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Teto de Gastos será votada pela última vez até o dia 7 de dezembro. A proposta havia passado por votação, porém houve mudanças “substanciais” ao texto e terá de ser votada em primeiro turno novamente.

Segundo Botelho, o secretário de Fazenda, Gustavo de Oliveira, deverá ir a Brasília para pedir mais tempo ao governo federal para Mato Grosso aderir ao plano de auxílio aos Estados. “Porque nós vamos conseguir aprovar lá pelo dia 7 de dezembro, se tudo correr bem. Não haverá tempo para aprovar, não tem como”, disse Botelho, em entrevista à Rádio Capital FM 101,9.

Segundo o Governo do Estado, o prazo para aderir ao plano de auxílio era até o final do mês de novembro, pois a adesão deveria acontecer até um ano após o projeto de lei 257/2016 ser aprovado no Congresso Nacional. Por se tratar de uma PEC, o projeto deve passar por votação duas vezes, sendo necessário um intervalo de 15 dias entre as apreciações. Somado a isso, ela ainda é votada uma terceira e última vez na redação final. A medida iria garantir uma economia de cerca de R$ 1,3 bilhão, com a suspensão da dívida do Estado com a União.

Os deputados estaduais aprovaram, na sessão da última quarta-feira (8), um substitutivo à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do Teto de Gastos. De acordo com a deputada Janaina Riva (PMDB), uma das componentes da Comissão Especial, o substitutivo aprovado pela Comissão “melhora o texto da PEC” e atende as demandas da população.

Ouça a entrevista feita pelo repórter Paulo Coelho:

Áudio

Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias