Prefeitura demite diretora e coordenadores que xingavam alunos de burros em creche

A decisão ocorre 5 meses após pais de alunos e professores realizarem denúncias contra os servidores.

em 12/02/2020

Por Repórter MT

A Prefeitura de Tangará da Serra (239 km da Capital) decidiu exonerar, este mês, três funcionários do Centro Municipal de Ensino (CMEI) Ayrton Senna, denunciados por abuso de autoridade e maus-tratos. Foram demitidos a diretora Maria José Batista e os coordenadores Abner Alcântara e Aroldo Miguel Chaves.

A decisão ocorre 5 meses após pais de alunos e professores realizarem denúncias contra os servidores. Segundo relatos, os coordenadores costumavam pegar o microfone e gritar com os estudantes, que eram chamados de burros e questionados se não recebiam educação em casa

 

Não só os alunos, como os professores também sofriam perseguições e humilhação por parte da diretoria escolar. Era comum que Maria José dissesse aos educadores “esta escola é minha, quem manda aqui sou eu’”.

A mãe de um aluno publicou sua indignação com a situação vivida pelo filho.

“Ao levarmos nossos filhos para a escola, esperamos sejam chamados de burros?”, e completa. “Tais colocações podem causar graves traumas em nossas crianças”.

Um dos exonerados, Abner, se manifestou no Facebook afirmando que a situação se tratava de uma perseguição política. O que foi rebatido por mães de estudantes, nos comentários. 

Segundo a Ouvidoria Municipal, as denúncias envolvendo os coordenadores e a diretora da escola estão sendo apuradas em processo de sindicância.

Serviço

A Ouvidoria do Município fica localizada na sede Prefeitura de Tangará da Serra, recebendo denúncias seja pessoalmente, ou pelos seguintes meios:
Telefones: (065) 3311-4835 / 0800 647 4411.
E-mail: ouvidoria@tangaradaserra.mt.gov.br.
Whatsapp: 65 98402-8595.



Tags

Deixe seu comentário!


Mais Notícias