por causa do coronavírus

'Mulher-Maravilha 1984' é adiado para agosto

Fama ao Minuto

Outros filmes já tiveram seus adiamentos anunciados.

© Reprodução / Instagram Outros filmes já tiveram seus adiamentos anunciados.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A estreia de "Mulher-Maravilha 1984", sequência do filme solo de 2017 protagonizado pela heroína da DC Comics, foi adiada nos Estados Unidos para 14 de agosto, por causa da pandemia de coronavírus.

A data anterior de lançamento era 5 de junho. No Brasil, a estreia seria no dia anterior, 4, e ainda não há informações sobre a nova data após o adiamento.

O adiamento do filme segue uma tendência de diversos outros, como "Mulan", "007 - Sem Tempo para Morrer", "Um Lugar Silencioso - Parte II" e "Velozes e Furiosos 9", todos adiados por causa dos esforços de contenção de vários países ao redor do mundo em conter aglomerações em eventos públicos e privados.

O filme estrelado por Gal Gadot era uma das principais apostas da Warner Bros. para 2020, e seu adiamento é um sinal de que estúdios temem que os cinemas ainda estejam desabitados em junho, no auge do verão americano, para quando são programadas estreias de peso.

A atriz usou sua conta no Instagram para anunciar que o filme só será lançado em agosto. "Nesses dias escuros e assustadores, estou ansiosa por um futuro melhor. Espero que todos estejam a salvo", disse. 

Em São Paulo, por orientação do governador João Doria (PSDB), os cinemas fecharam as portas a partir de terça passada (17), assim como diversos outros equipamentos culturais. Exibidores brasileiros estão preocupados em como sobreviver no período de falta de público.

Na semana passada, o Brasil teve o primeiro final de semana de sua história sem estreias no circuito exibidor de cinema.

Enquanto isso, a China, um dos principais mercados internacionais e primeiro foco do coronavírus, voltou a abrir aos poucos seus cinemas nesta semana, ainda com programação voltada principalmente a filmes mais antigos.

Leia também

Deixe seu comentário!