A informação é do Diretor Geral Águas Cuiabá, William Figueiredo.

Águas Cuiabá prevê pacote de investimento de R$ 1,2 bilhão até 2024

Por Gustavo Castro
Com Assessoria

Redação

Em concessão em Cuiabá desde 2017, a Águas Cuiabá investiu em saneamento, até agora, cerca de R$ 400 milhões em investimentos e a expectativa é de que até 2024 este montante chegue a R$ 1,2 bilhão. A informação é do Diretor Geral Águas Cuiabá, William Figueiredo, em entrevista à Capital FM nesta terça-feira (11).

Águas Cuiabá mantém atendimentos e serviços - O Livre
Reprodução

"Atualmente, se espera para o Brasil com o novo marco regulatório assinado pelo presidente Jair Bolsonaro uma grande mudança no mercado nacional. Nesse regulatório, ele coloca como meta pra que todo país chegue a 91% de coleta de esgoto até 2033. A cidade de Cuiabá vai ter isso muitos anos antes. Foi assinado um contrato com Águas Cuiabá para que a gente coloque centro de esgotamento sanitário na capital até 2024. Assim, vamos tirar Cuiabá de uma cidade que não tem coleta e tratamento para alcançar o objetivo nacional muito antes daquilo que é a meta. Os investimentos até o momento chega aos próximos do R$ 500 milhões", disse o gestor, lembrando que todos os trabalhos têm acompanhamento permanente do órgão regulador (Arsec) e Ministério Público Estado de Mato Grosso (MPE-MT).

William comentou sobre os empreendimentos de água feitos ultimamente em Cuiabá, como a ETA Sul (Sistema de Abastecimento de Água Sul), que atende 155 mil pessoas, de 86 bairros da região Sul da cidade. De acordo com ele, a ETA Sul distribui 65 milhões de litros de água tratada e fluoretada por dia e sua construção só foi possível graças ao investimento de R$ 100 milhões.

"A parte sul da cidade que sofria com intermitente de água, agora tem água 24h por dia", comemorou.

Na entrevista, o gestor da concessionária ainda lembrou que, mesmo durante a pandemia do coronavírus, os serviços de saneamento permanecem sendo realizados sem alterações, a fim de levar água tratada à toda comunidade além de realizar os serviços de esgotamento sanitário doméstico.

"O trabalho não para, é contínuo. Claro que a gente tem acompanhado aí os decretos que saem, mas é um trabalho que não para e não tem redução. Aumentou ainda mais a nossa atenção com o sistema para que ninguém fique sem água nesse momento tão crítico", afirmou. "Águas Cuiabá é uma parceira da cidade e a gente trabalha para atender ao cliente", acrescentou.

Outro ponto levantando foi quanto ao trabalho de Combate a Perdas de água, que teve um resultado satisfatório, contribuindo para a conservação dos recursos hídricos. Em três meses, o programa percorreu mais de 100 bairros de Cuiabá. No total, 562 quilômetros de redes de abastecimento foram vistoriados, tendo sido reparados mais de mil vazamentos. Todos os trechos receberão, ao longo do ano, novas visitas das equipes técnica.

Leia também

Deixe seu comentário!