Atleta negro é forçado a sentar em armário com bananas; Veja o vídeo

O caso foi registrado como “racismo perturbador”

Um jovem negro, atleta de futebol americano da escola de ensino médio em Moline, nos Estados Unidos, foi forçado a sentar em um armário cheio de cascas de bananas. A cena, registrada em vídeo, exibe um companheiro de equipe ameaçando quebrar os joelhos do rapaz, caso ele não cumprisse a ordem. O caso de “racismo perturbador”, conforme definiu o chefe de polícia de Moline, Darren Gault, está sendo investigado.

As imagens que circulam nas redes sociais mostram a vítima visivelmente constrangida antes de acatar a ordem. Com a identidade preservada, o atleta emitiu um comunicado, por meio do Ministério Público do Condado de Rock Island, agradecendo o apoio, mas pedindo sua “vida de volta”.

“Quero deixar claro que estou bem. Todos estão preocupados comigo e eu realmente aprecio isso. Em segundo lugar, todos podem parar de falar sobre o incidente e o vídeo? Entendo que todos querem justiça para mim e querem que o que eles acham que seja certo seja feito, mas eu já expressei meus sentimentos à polícia e aos meus amigos sobre como me sinto sobre tudo”, afirma o estudante.

“Humano, não vítima”

O jovem encerra o comunicado pedindo paz para ele e seus companheiros de time. “Eu amo o time de futebol em que estou e eles são do bem. Eu sei disso pessoalmente. Falei com as pessoas envolvidas individualmente e elas me pediram desculpas. Tivemos uma conversa sincera sobre isso e eu disse a eles como me sinto. Então, por favor, não os assedie, intimide ou os ameace. Por último, eu quero ter minha vida de volta, e minha vida de estudante e atleta de volta aos trilhos. Então, se você me vir ou souber quem eu sou, trate-me primeiro como um humano, não como uma vítima.”

Leia também

Deixe seu comentário!