Bolsonaro, que 'nunca plantou um pé de soja', recebe a adoração dos ruralistas

Na eleição de 2018, o então candidato a vice-governador, Otaviano Pivetta, fez uma crítica fina ao caráter improdutivo e ao modo de ganhar a vida do então candidato a presidente Jair Bolsonaro.

Um indivíduo que passou 28 anos no Congresso sugando vantagens das benesses do cargo, melhorando de vida sem trabalhar duro.

“O cara nunca plantou um pé de soja, nunca produziu nada”, disse Otaviano naquela ocasião verbalizando uma indignação com a vida real de Bolsonaro.

Otaviano Pivetta foi mais profundo em suas críticas, lembrando que neste período, vivendo do dinheiro público da sua renda parlamentar, Bolsonaro cuidou de si e cultivou mais abastados: a própria família.

Os três filhos, o clã Bolsonaro, só vivem também da política, apesar da lojinha de chocolate do senador Flávio Bolsonaro, o filho 01.

Neste sábado (15/05) em Brasília, produtores rurais que suam e dão duro promoveram um ato de adoração explícita ao presidente que tira férias ao custo de dois milhões de reais e que defende uma política de destruição ambiental que pode ser fatal para o setor produtivo do mundo rural.

Bolsonaro ganhou neste sábado (15/05) um rico acervo de cenas explícitas de adoração dos seus fiéis seguidores para explorar nas suas redes sociais. Impulsionar a ideia de ser um sujeito extraordinário, um escolhido por Deus para cuidar do nosso Brasil.

O vice-governador Otaviano Pivetta estava certo na sua indignação: Bolsonaro nunca plantou um pé de soja, mas plantou milhares de produtores rurais em êxtase nas redes sociais, a sua "fazenda digital". É a coisa que o presidente se dedica com afinco e denodo: o “fazendeiro digital” Bolsonaro planta e cultiva seguidores. O resto não é prioridade para o seu projeto eleitoral.

Em tempo: o vice-governador de Mato Grosso arquivou há algum as críticas ao presidente Bolsonaro e filhos. Na cosmovisão do mundo dos estereótipos e preconceitos o "gaúcho queixo duro" rendeu-se ao "carioca preguiçoso".

Leia também

Deixe seu comentário!