Cidade de MT está há 11 dias sem óbitos pela Covid-19

O balanço refere-se do dia 13 de setembro até a última sexta-feira, dia 24
Foto: Reprodução

A Prefeitura de Cáceres (distante a 217 km de Cuiabá) comemora um feito inédito dentro da pandemia da covid-19: há 11 dias o município não registra sequer um óbito em decorrência da doença. O balanço refere-se do dia 13 até a última sexta-feira (24.09). Os dados do fim de semana ainda estão apurados.

Conforme informações do boletim epidemiológico, a última morte pela doença, registrada no sistema municipal de saúde, foi em 13 de setembro. De lá pra cá, felizmente nenhuma pessoa perdeu a vida em decorrência da doença.

Eliene Liberato, prefeita da cidade, comemorou o resultado e ressaltou que desde que assumiu a prefeitura, em janeiro deste ano, sua prioridade foi conter o avanço da além de buscar meios incessantes de vacinar a população cacerense. Além disso, a chefe do Executivo lembrou que é necessário continuar adotando medidas de biossegurança, usando máscaras e avançando com a vacinação para conter o vírus.

“Os números são positivos, mas é preciso continuar tomando os cuidados necessários e realizando a vacinação, por isso, conclamo mais uma vez  a população cacerense que ainda não tomou a primeira dose e os que aguardam a segunda para se vacinarem, pois eu sempre digo: a vacina salva vidas!”, exaltou Eliene.

Cáceres tem mais de 54 mil pessoas vacinadas com pelo menos uma dose e 30.563 mil imunizadas. No total, 35.283 pessoas estão completamente imunizadas no estado, isto é, receberam as duas doses ou a dose única de algum dos imunizantes. 

Em relação ao número de habitantes, a cobertura dos vacinados com a 1ª dose em Cáceres representa 58,24% da população cacerense. Quanto aos completamente imunizados (vacinados com duas doses ou dose única), o valor é de 37,29%.

Com uma população de aproximadamente 100 mil habitantes, desde o início da pandemia, Cáceres teve 11.787 casos de Covid-19 até a manhã desta segunda-feira (27). O número de óbitos, por sua vez, já acumula 422 mortes.

Leia também

Deixe seu comentário!