Embarcação transporta 3,7 mil pessoas; recém-diagnosticados serão levados para atendimento médico na cidade de Kanagawa.

Cruzeiro japonês em quarentena por coronavírus confirma mais 10 novos casos de infecção; total sobe para 20

G1

O cruzeiro japonês "Diamond Princess", que está em quarentena por causa do coronavírus, anunciou ter mais 10 novos casos de infecção, elevando o total de doentes a 20. A informação é do Ministério da Saúde do Japão. Ao todo, a embarcação transporta 3,7 mil pessoas.

Os casos mais recentes foram identificados após 71 novos exames em passageiros e tripulação.

O cruzeiro Diamond Princess, onde navegou um homem infectado por coronavírus no final de janeiro.   — Foto: Kyodo/via REUTERS
Foto: REUTERS

Os recém-diagnosticados serão levados para atendimento médico na cidade de Kanagawa. O restante deverá permanecer em quarentena no navio.

Primeiro caso no navio

O primeiro infectado no navio "Diamond Princess", operado pela Carnival Japan Inc, foi um homem de 80 anos, de Hong Kong, que viajou de avião para a cidade de Yokohama em 20 de janeiro, embarcou no cruzeiro e desembarcou em 25 de janeiro, ainda em Yokohama.

Ele apresentou tosse um dia antes de começar o cruzeiro, mas não teve febre até 30 de janeiro. No dia 31, já em Hong Kong, exames atestaram que o homem estava com coronavírus, informou a emissora pública NHK.

Coronavírus no Japão

O anúncio da quarentena aconteceu dois dias após o Japão anunciar que não vai permitir a entrada de pessoas que tenham passado pela China nos últimos 14 dias.

O primeiro caso em território japonês foi confirmado em 28 de janeiro. De acordo com o Ministério da Saúde do Japão, o paciente era um motorista de ônibus de 60 anos que transportou um grupo de viajantes de Wuhan entre 8 e 16 de janeiro.

Leia também

Deixe seu comentário!