Em Cuiabá, Eduardo Leite fala em melhor vida para os pobres e economia no país

O governador do Rio Grande do Sul está na capital mato-grossense de olho nos votos dos membros do PSDB para a eleição prévia no partido neste ano

 

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), está em Cuiabá neste sábado (11.09) para evento com os membros do partido tucano em Mato Grosso no Hotel Holiday Inn. Eduardo Leite disputa as eleições prévias no PSDB para escolha do candidato dos tucanos em 2022.

Eduardo Leite falou de governar para as minorias, de maneira a melhorar a vida para os mais pobres no país, a imagem do Brasil para o mundo afim de trazer investidores para o país, e com isso melhorar a economia como um todo.

“Política da igualdade de gênero, promoção da igual racial, estarão sim como presença na nossa política. Temos que combater os preconceitos e crimes. Nunca me disse melhor que ninguém por ser gay, mas não aceito que me coloque como pior por conta de capacidade intelectual”, disse em resposta as propostas para a minoria.

“Não é razoável deixar no Brasil um presidente que não responde sobre crescimento econômico e porque faz uma atuação errática. Um dia ataca as instituições e no outro pede desculpas. O povo paga a conta. O dólar sobe, a economia em um impasse e o país precisa passar um momento de serenidade e tenho certeza de que temos uma agenda que dá para resolver isso”, afirmou Eduardo Leite durante o evento em Cuiabá.

Leite comentou sobre a polarização protagonizada no Brasil entre o presidente Bolsonaro e o ex-presidente Lula. Ao ser questionado sobre quem apoiaria num cenário onde o PSDB não estivesse e ficasse entre Lula e Bolsonaro, Eduardo Leite disse que tem convicção que esse cenário não deve ocorrer em 2022.

“Não consigo conjecturar sobre o “Se”, eu só sei que é possível ao Brasil não ter que escolher entre dois caminhos, um que foi errado e outro que está sendo errado, manter o que está aí não é bom, voltar ao passado também não é. Então, tenho convicção de que não vai acontecer Lula e Bolsonaro”, reforça.

Eduardo Leite disputa as eleições prévias no ninho tucano contra o governador de São Paulo, João Doria, o senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-senador Arthur Virgílio (AM). A eleição no PSDB ocorre em novembro e já se especula a montagem de chapa mista, com políticos de outros partidos, ou pura, somente com membros tucano.

Nas próximas semanas o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), também deve vir a Cuiabá para ampliar o debate com os tucanos mato-grossenses, afim de conquistar votos para as prévias em novembro.

Leia também

Deixe seu comentário!