Mauro Mendes vistoriou a unidade em Várzea Grande na manhã desta segunda-feira (6)

Hospital em VG terá 180 novos leitos de enfermaria e 30 de UTI

Do Mídia News

O governador Mauro Mendes fez nova vistoria nas obras de ampliação do Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, na manhã desta segunda-feira (06), ao lado do secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Governador Mauro Mendes visita Hospital Metropolitano
Governador e Secretário de Saúde visitam obras no hospital Metropolitano VG / Reprodução / Foto: Tcheló Figueiredo

No local, está sendo feita uma construção para viabilizar mais 210 leitos, sendo 180 de enfermaria e 30 UTIs para atender aos casos graves de coronavírus (veja as fotos ao final da matéria).

De forma controlada e respeitando o distanciamento recomendado, fotógrafos e cinegrafistas da imprensa regional acompanharam a vistoria e fizeram imagens do avanço da construção.

“Nós começamos essa obra no dia 23 de março. Boa parte das estruturas já está consolidada e estamos trabalhando para entregar até o dia 20 de abril, em menos de um mês. O Metropolitano será referência para atender aos pacientes de coronavírus não só de Cuiabá e Várzea Grande, mas de todo o Estado, caso haja necessidade. Os leitos não são do Estado, nem dos municípios, são da população”, afirmou o governador, que é engenheiro por formação e tem vistoriado a obra quase que diariamente. 

Mais de 140 pessoas estão trabalhando na obra, que segue em ritmo acelerado, com boa parte da estrutura principal já montada.

Conforme o governador, com os leitos que serão entregues, mais aqueles que o hospital já dispõe, haverá um total de 238 leitos de enfermaria e 40 UTIs na unidade. Além disso, mais 147 leitos estão sendo preparados no Hospital Estadual Santa Casa e outras dezenas nos hospitais regionais de Sinop, Alta Floresta, Colíder, Cáceres, Rondonópolis e Sorriso.

 

A obra

A força-tarefa para entregar a construção está sendo feita em tempo recorde, pois a montagem das paredes usa painel isotérmico, mesmo sistema da China. Um modelo eficiente de fácil montagem que otimiza o tempo de obra. O valor do investimento é estimado em R$ 2,5 milhões.  A compra dos materiais foi realizada diretamente com a fábrica, reduzindo assim o custo.

O processo para realizar a equipagem dos leitos já começou. De acordo com a secretária adjunta de Gestão Hospitalar, Caroline Dobes, estão sendo “adquiridos mais de cinco mil itens de diversos equipamentos para estruturar os novos leitos”. 

A escolha do Metropolitano se ao fato de o Hospital já ter toda a infraestrutura como referência. Ou seja, caso seja necessário levar o paciente para algum procedimento que requeira raio-x ou qualquer outro exame, será muito fácil e prático. O que não ocorreria se o local escolhido fosse um estádio, ginásio ou mesmo um hotel.


Foto: Tcheló Figueiredo

 

Leia também

Deixe seu comentário!