Os turistas estão apavorados sem saber como e quando vão voltar para casa

Isolados no Peru por coronavírus, cuiabanos relatam desespero para voltar para casa

Por Max Aguiar - Mídia News

Juliana Petinelli Coutinho, Juliano Petinelli Coutinho e Fabrício Petinelli Coutinho são cuiabanos, mas apenas Juliana reside na capital. Junto deles, o restante do grupo está isolado no país vizinho sem ter notícia de quando vão poder voltar para casa.

O presidente peruano, Martín Vizcarra, decretou na noite de domingo (15) estado de emergência nacional, o que inclui o fechamento total da fronteira e o isolamento obrigatório por duas semanas.

Isolados no Peru por coronavírus, cuiabanos relatam desespero para voltar para casa
Reprodução

Aeroportos estão fechados e rodoviárias também. Escolas e instituições foram outras a 'trancar' as portas. Apenas mercados, farmácias e hospitais estão funcionando. As ruas estão vazias e shoppings estão contando com força do exército Nacional para evitar a circulação de pedestres.

A gerente comercial Juliana Countinho, conversou com a reportagem do Olhar Direto e relatou o caos que o grupo de brasileiros passa no país vizinho. 

"Nos estamos em Cusco. Aqui funcionam apenas hospitais, supermercados e farmacias. E as pessoas só podem sair de suas casas para esse motivo.  Os aeroportos estão fechados e os voos cancelados. Infelizmente não conseguimos antecipar nosso voo para Lima e tentar embarcar para o Brasil", disse. 

As autoridades sanitárias do país sul-americano notificaram o primeiro caso de coronavírus positivo em 6 de março. Nove dias depois foram relatados 71, sendo 58 em Lima. 

O Peru registra uma das maiores cifras de contágio entre os países sul-americanos e asiáticos, informou o médico e pesquisador Paul Pachas ao Jornal El Mundo.

Leia também

Deixe seu comentário!