Mulher acusa motorista de aplicativo de abuso sexual; homem afirma ter caso com a vítima

Irmão e marido da vítima a resgataram e quebraram o carro do suspeito com pedras e paus
Foto: PMMT

Uma mulher, que não teve nome nem idades divulgados, procurou a polícia para denunciar um motorista de aplicativo, que, segundo ela, teria a estuprado e agredido na madrugada desta segunda-feira (17.05), em Rondonópolis (212 km de Cuiabá). Irmão e marido da vítima a resgataram e quebraram o carro com pedras e paus. Já preso, o suspeito apresentou outra versão à polícia e afirmou que ele e a vítima têm um caso.

Conforme informações do boletim de ocorrência, a mulher teria solicitado um carro por aplicativo aproximadamente às 2h30 para ir à casa do seu irmão. No caminho, porém, o motorista teria desviado o caminho e a levado para casa dele. Durante o trajeto, a vítima relata que o suspeito a agrediu com socos e tapas e a obrigou a manter relações sexuais com ele.

Já na casa do rapaz, a mulher conseguiu ligar para o irmão, que junto com o marido, chegaram à residência e agrediram o suspeito com socos e tijoladas. O carro dele também foi atingido.

Todos foram enviados para a delegacia. Lá, o suspeito apresentou outra versão. Relatou que conheceu a mulher há uns dias, que possuem um relacionamento e que ela teria ligado para ele ir buscá-la em um posto de conveniência.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

Leia também

Deixe seu comentário!