Simulador de Consumo ajuda a economizar energia em Mato Grosso

Energisa disponibiliza ferramenta online que ajuda a entender o impacto de uso dos eletrodomésticos na conta de luz
Foto: Reprodução

A melhor forma de evitar surpresas na conta de luz ao fim do mês é saber o real consumo dos eletrodomésticos utilizados em casa. Pensando nisso, a Energisa Mato Grosso, disponibilizou no site da empresa, o “Simulador de Consumo”. A ferramenta online é de graça. Com ela o cliente consegue descrever o que tem em casa e o programa já estima o gasto dos equipamentos que precisam de energia para funcionar. O aplicativo é simples. Para usá-lo basta acessar www.energisa.com.br, selecionar a seção “Serviços Online” e clicar em “Simulador de Consumo”.

Ao clicar em iniciar a simulação, é hora de começar a “montar” a sua casa. Essa parte é dividida por cômodos e contempla cozinha, quarto, sala, banheiro, lavanderia, escritório, garagem e área externa. Para equipar cada ambiente com os eletrodomésticos utilizados na sua casa, basta arrastar os aparelhos disponíveis no superior da tela para dentro da imagem do cômodo que está sendo montado. Se o cliente possuir mais de um cômodo igual (três quartos, dois banheiros, por exemplo), a orientação incluir todos os eletrodomésticos considerando todos os ambientes dentro da mesma categoria.

É Importante lembrar que essa é apenas uma simulação e a Energisa não cataloga ou retém seus dados para qualquer outro fim. Somente o medidor de energia elétrica é o aparelho capaz de calcular o consumo com o máximo de precisão.

Depois que preencher todos os cômodos, basta clicar no resultado para saber os dados detalhados de: consumo aproximado de luz, valor, cálculo de impostos, adicional de acordo com a bandeira tarifária, além do valor total estimado.

Dicas do especialista

Para ajudar o consumidor a fazer melhor uso dos eletrodomésticos e ter mais controle sobre o consumo de energia da sua residência, a Energisa conversou com um especialista no assunto. O professor da Universidade Federal de Mato Grosso, Danilo Ferreira de Souza alerta para os hábitos mais corriqueiros quando o assunto é desperdício de energia em casa.

“Diversos erros são comumente encontrados. Dentro de casa, devemos manter o foco nos nossos comportamentos e privilegiar sempre o uso racional da energia elétrica. Uma dica é utilizar o chuveiro elétrico de forma moderada, pois este é um dos principais vilões. Outro ponto que impacta bastante é evitar a utilização do ar-condicionado com temperaturas demasiadamente baixas como, por exemplo, em 17°C. Como a temperatura ambiente dificilmente chegará a este valor, o compressor ficará ligado continuamente, gastando mais energia elétrica”, explica o professor Danilo.

Redobrar os cuidados com o uso dos equipamentos de condicionamento térmico (como geladeira, ar-condicionado) é fundamental, principalmente no período de temperaturas elevadas, normalmente entre julho e outubro. Dados da ‘Pesquisa de posse de equipamentos e hábitos de uso’, feita pela Eletrobrás/PROCEL, na região Centro-Oeste, em média equipamentos como ventilador, ar-condicionado e resfriamento evaporativo correspondem a 20% do consumo da conta de energia elétrica, a geladeira é responsável por aproximadamente 22% do consumo dos mato-grossenses e o freezer de 5 %. Somadas estas cargas são responsáveis por 47% do consumo total, podendo ser consideradas as vilãs do consumo de energia elétrica no referido período.

Para economizar energia no dia a dia ao longo do mês e evitar surpresas quando a conta de luz chega, professor Danilo orienta que o consumidor tome decisões responsáveis ainda na hora da compra dos eletrodomésticos.

“Deve-se buscar, sempre que possível, por equipamentos com selo emitido pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem, preferencialmente classe A, aqueles que são energeticamente mais eficientes. No caso de aquisição de um novo ar-condicionado, dar preferência para a tecnologia “inverter” que apresenta significativa economia de energia em relação aos convencionais”, conclui o professor.

Leia também

Deixe seu comentário!