Primeiro lote de CovonaVac deve contemplar profissionais que atuam em UTIs

Vereadora recebe denúncia de ‘fura filas’ para vacina e pede lista da prefeitura

Após receber denúncias de que a fila da vacinação contra a covid-19, que neste primeiro momento estão sendo aplicadas apenas em profissionais de saúde que atuam em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), não está sendo respeitada, a vereadora recém-empossada Edna Sampaio (PT) afirmou que irá solicitar as listas com os nomes das pessoas que vão ser vacinadas.

A vereadora ainda explicou que caso a denúncia de que profissionais de saúde e da limpeza que trabalham nas UTIs covid-19 não estão na lista de prioritários for verdadeira, pedirá a punição dos envolvidos.

“Ontem recebi uma denúncia de fura fila da vacina. A prioridade é zero: Profissionais da saúde da linha de frente! Como alguém pode ser tão responsável? Precisamos da lista nominal diária de quem se vacina e punir a estupidez dos egoístas”, disse a parlamentar em publicação nas redes sociais.

Nesta quarta-feira (20.01), a prefeitura de Cuiabá iniciou o plano de imunização no Centro de Eventos do Pantanal. Na ocasião, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) participou de um ato simbólico durante a vacinação dos sete primeiros profissionais da saúde do município.

O lote com 126.160 doses de vacinas contra a covid-19 chegou ao Estado e começou a ser distribuído para os municípios no início desta semana.

Para Cuiabá, o governo encaminhou 8.027 doses da vacina, que deve ser aplicadas somente em trabalhadores da saúde que atuam em UTIs, pronto-atendimento, enfermarias, além de idosos acima de 60 anos que vivem em asilos.

De acordo com a prefeitura, existe a previsão de que em dez dias a secretaria de Saúde Municipal irá receber um novo lote com a mesma quantidade de doses.

Leia também

Deixe seu comentário!